Ir para conteúdo principal

Olá! Está disponível uma avaliação gratuita dos planos Standard e Essentials. Comece grátis hoje mesmo.

A Lei da Proximidade no web design

A Lei da Proximidade de Gestalt propõe que elementos relacionados devem ficar próximos. No web design, isso pode melhorar a experiência do cliente.

Um bom web design é crucial para o sucesso do seu negócio. Você pode usar seu site para gerar clientes potenciais, vender produtos, criar conscientização da marca e aumentar as conversões.

Infelizmente, só é possível fazer essas coisas com um bom design. Seu site pode afetar como os clientes em potencial se sentem em relação ao seu negócio; é a primeira impressão para muitos deles. Portanto, se parecer profissional, carregar rapidamente ou tiver navegação fácil de usar, os clientes podem ter uma melhor primeira impressão dos seus negócios, o que significa maior satisfação do cliente e mais vendas em geral.

Infelizmente, nem todos que administram uma pequena empresa têm formação em design gráfico. A maioria dos proprietários de pequenas empresas usa muitas funções e pode criar um site bonito. No entanto, há alguns princípios de um bom web design a se lembrar ao criar seu site.

Os princípios psicológicos da percepção visual de Gestalt são uma teoria do design que consiste em regras sobre como as pessoas veem padrões e diferentes aspectos do mundo, incluindo o web design.

A lei de proximidade de Gestalt é um dos princípios de design mais importantes e fáceis de usar. Ele pode ajudá-lo a agrupar adequadamente as informações em seu site para melhorar a experiência do usuário e a estética do site.

O que é lei de proximidade de Gestalt?

O princípio de proximidade de Gestalt é um dos cinco princípios de percepção visual de Gestalt.

Em geral, a lei da proximidade afirma que a proximidade ajuda os indivíduos a estabelecer relações entre objetos. Como resultado, os elementos de design próximos uns dos outros serão percebidos como compartilhando traços semelhantes, o que ajuda os usuários do site a entender e organizar as informações.

Por outro lado, as leis de Gestalt, como a lei da proximidade, podem ser usadas para separar elementos para uma melhor hierarquia visual. Em última análise, é como os seres humanos percebem elementos que estão localizados próximos uns dos outros. Por exemplo, os itens agrupados fisicamente mais próximos em seu site parecerão mais relacionados do que aqueles mais distantes, independentemente da cor, tamanho, forma ou função de um objeto.

A lei da proximidade pode melhorar o design de UX porque pode agrupar itens e informações para ajudar os visitantes a ver os elementos como parte do mesmo grupo, apesar de seus tamanhos e cores. Então, por exemplo, se você vir formas no lado esquerdo da tela, as perceberá automaticamente como mais próximas umas das outras do que as do lado direito.

Seja usando ferramentas de design de UX ou desenhando em papel, você pode experimentar a lei da proximidade desenhando formas de diferentes tamanhos e cores e ver que os itens agrupados mais próximos parecem mais relacionados, embora pareçam diferentes esteticamente.

É claro que há outros princípios de Gestalt a serem considerados ao projetar um site, como similaridade, continuidade, fechamento e conexão. No entanto, a lei da proximidade pode dar uma compreensão de como os visitantes do seu site percebem objetos e padrões no mesmo design.

Aplicando a lei da proximidade ao web design

A lei de proximidade de UX se concentra em como os elementos de design estão relacionados com base em sua distância. Portanto, quanto mais próximos esses elementos estiverem uns dos outros, mais relacionados parecerão. Você pode usar essa lei para reunir elementos para criar um grupo e fazer com que o cérebro o interprete como uma imagem inteira ou para organizar conteúdo em um site.

Aqui estão alguns exemplos de leis de proximidade que você pode usar ao criar um site.

Hierarquia visual

A hierarquia visual é um tipo de organização perceptiva que permite que os designers criem sites profissionais. A lei de proximidade de UX pode criar uma hierarquia visual usando espaço em branco e agrupando certos elementos, mantendo separados os elementos não relacionados.

É claro que cada site é diferente, então a arquitetura da informação varia, mas a forma como você organiza a informação é crucial ao aplicar o princípio da proximidade.

Você pode transmitir a hierarquia agrupando elementos de várias maneiras. Por exemplo, um menu de navegação em um site pode ter uma categoria e subcategorias para ajudar os usuários a perceber diferentes grupos. A hierarquia visual pode ajudar os usuários a entender como diferentes elementos do site, incluindo informações e conteúdo, se relacionam.

Obviamente, a chave para uma boa hierarquia visual é o espaço em branco, que pode ajudar a distanciar os elementos e criar agrupamentos visuais para mostrar a relação entre eles.

Legibilidade

Você pode unir elementos relacionados para melhorar a legibilidade. A lei da proximidade melhora a organização perceptiva agrupando elementos para facilitar a leitura dos sites.

Por exemplo, em uma página da web, os títulos permitem que o visitante filtre e leia facilmente as informações para entender os pontos principais sem ler toda a página. Você pode fazer com que seu conteúdo corresponda à hierarquia visual e usar a proximidade do seu design para tornar as informações menos intimidantes e mais filtráveis.

Um exemplo de como a lei de proximidade melhora a legibilidade seria um design de jornal. Os jornais têm vários artigos curtos em uma única página, mas são agrupados de forma eficaz para permitir que os leitores filtrem informações para determinar quais artigos desejam ler.

Você pode aplicar esse princípio ao seu site em qualquer página, tendo seu conteúdo planejado e sabendo quais informações devem ser agrupadas para criar uma melhor leitura e experiência geral do usuário.

Agrupamento

Agrupar itens é a parte mais importante da aplicação da lei de proximidade de UX. Obviamente, a chave para o agrupamento é o espaço em branco, que ajuda a distanciar alguns elementos dos outros.

Se você exibir suas informações de contato em um site, manterá seu endereço comercial, número de telefone e qualquer outra informação, como e-mails, juntos para facilitar que o cérebro as perceba como relacionadas. Na maioria dos casos, os usuários só precisam analisar as informações de contato uma vez para absorver tudo.

Espaço em branco

Como mencionamos várias vezes, o espaço em branco é crucial para que a lei de proximidade de UX seja eficaz.

No design, não é possível agrupar elementos sem colocar um espaço entre aqueles com os quais não estão relacionados. Você deve sempre incluir um espaço em branco ao criar um site de design personalizado. Não ter espaço em branco suficiente pode tornar seu conteúdo difícil de entender, afetando a estética geral.

Lembre-se, você não precisa preencher todo o espaço em seu site. Em vez disso, você deve considerar como os elementos próximos uns dos outros são percebidos como relacionados e usar o espaço em branco para separar itens que não fazem parte desses grupos distintos.

Exemplos da lei da proximidade no web design

Agora que você tem uma compreensão básica da lei de proximidade de UX, você pode se perguntar como ela deve ser na prática. Aqui estão alguns exemplos da lei de proximidade e situações em que você deve usá-la:

Texto principal do site

Os designers usam a lei da proximidade para tornar o conteúdo escrito mais legível e filtrável. Por exemplo, as manchetes têm mais espaço acima do que abaixo para organizar parágrafos e garantir que os leitores entendam que fazem parte do mesmo agrupamento de conteúdo. Além disso, a altura da linha e os espaços entre elas são maiores entre as palavras para criar parágrafos, enquanto as letras são próximas o suficiente para formar palavras.

Menus de navegação

A navegação eficaz faz parte do design para uma boa experiência do usuário. Como muitos sites contêm muito conteúdo, agrupar os itens, incluindo categorias e subcategorias de conteúdo, pode facilitar a navegação pelos sites. Os menus, localizados na parte superior do site ou ao lado, usam o espaço em branco entre os itens para agrupar o conteúdo e ajudar os visitantes a entender quais itens estão mais relacionados aos outros.

Formulários

Se você usar seu site para gerar clientes potenciais, considere otimizar seus formulários com a lei de proximidade de UX. Os formulários geralmente têm rótulos para dizer aos visitantes quais informações você quer que eles compartilhem. Você pode rotular claramente cada campo usando a proximidade para facilitar a leitura e o uso do seu formulário.

Páginas de produtos

Se você vende produtos, pode ter vários itens em seu site, alguns relacionados e outros não. Você pode usar a proximidade nas páginas de produtos para permitir que os visitantes encontrem facilmente outros produtos relacionados.

Por exemplo, se você vende café, as páginas do seu produto podem recomendar cremes ou outras misturas que os usuários podem gostar. Você pode usar recomendações em um design de carrossel para manter todos no mesmo agrupamento na página do produto.

Rodapés

Todo site de negócios deve ter um rodapé composto por links de navegação básicos, informações de contato ou formulários curtos. Em qualquer caso, a proximidade permite que esses itens sejam facilmente agrupados. Por exemplo, você pode manter seus links de navegação principais com qualquer outra informação, como informações de contato, do outro lado da página, separados por um espaço em branco.

Melhores práticas para aplicar a lei da proximidade ao design de UI

A lei de proximidade de Gestalt pode ser usada para agrupar qualquer conteúdo e ajudar a conduzir facilmente seus clientes pelo seu site.

Aqui estão algumas práticas recomendadas para aplicar este princípio ao web design:

Use o espaço em branco

Muitos designers novatos acham que precisam preencher uma página, o que pode criar um web design caótico e confuso. Usar um espaço em branco para separar grupos de conteúdo e elementos de design é crucial para sites legíveis, filtráveis e com melhor aparência. Além disso, usar grandes áreas de espaço em branco pode fazer com que suas páginas da web pareçam mais organizadas, ajudando os usuários a navegar pelo site.

Considere o conteúdo primeiro

Antes de criar suas páginas da web, considere o conteúdo de que você precisa. Por exemplo, se você estiver criando páginas de produtos, pode ter um design em mente, mas é importante considerar os tipos de texto e quanto dele aparecerá na página. O design deve se adequar ao texto, não o contrário. Portanto, é uma boa ideia planejar seu conteúdo antes de iniciar o design do site para ajudá-lo a entender os tipos de informações que precisarão ser agrupadas.

Enfatize elementos

Você pode usar a lei da proximidade para enfatizar certos elementos na página e melhorar seu design de UX e UI. Primeiro, sempre considere os elementos que você precisa na página e quais são os mais importantes; o conteúdo e a hierarquia informativa determinarão os elementos que precisam se destacar. Ainda assim, os designers podem brincar com o espaço negativo para enfatizar diferentes áreas da página da web e garantir que elas se destaquem.

Otimize a UI com a lei da proximidade

Se você quiser tornar seu site mais agradável esteticamente e melhorar a experiência do usuário, considere otimizar seu site com o princípio de proximidade de Gestalt.

Este princípio de design gráfico permite que você entenda como a percepção afeta o seu design e o use a seu favor. Brincar com diferentes elementos agrupando-os e criando hierarquias visuais com espaços em branco pode fazer com que seu site pareça mais profissional e melhore as primeiras impressões do seu cliente sobre o seu negócio.

Use a lei da proximidade ao criar seu site com a Mailchimp. Tornamos a criação de sites profissionais mais fácil, sem necessidade de experiência em design. Experimente a Mailchimp hoje mesmo.

Compartilhar este artigo