Ir para conteúdo principal

Olá! Está disponível uma avaliação gratuita dos planos Standard e Essentials. Comece grátis hoje mesmo.

O que são chaves de API: Introdução

Saiba o que são chaves de API e sua importância para os aplicativos atuais. Veja como criar uma chave de API para sua empresa.

As chaves de API permitem identificar usuários e projetos individuais que tentam se conectar ao seu site ou aplicativo. Você pode usá-las para segmentação comportamental, bem como personalização e automação de marketing.

As chaves de API funcionam em conjunto com tokens de autenticação para identificar melhor quem acessa seu projeto. Enquanto os tokens de autenticação do usuário são dispositivos confiáveis, como unidades, discos e itens físicos, as chaves de API são construções digitais que são passadas via software.

Há muitas vantagens em usar chaves de API para aprimorar seus esforços de marketing. Este artigo aborda o que é uma chave de API e como ela funciona. Você também aprenderá como criar uma chave de API e as melhores práticas para gerenciá-las.

Lembre-se de que, embora haja muitas vantagens em usar chaves de API para validar e segmentar usuários individuais, elas não são consideradas altamente seguras. Isso significa que você precisará alterá-las regularmente para evitar acesso não autorizado.

Portanto, é importante entender os problemas comuns que surgem e escolher um aplicativo seguro e robusto, como a API do Mailchimp, para obter os melhores resultados.

O que são chaves de API?

Uma chave de interface de programação de aplicativo (application programming interface, API) é um código exclusivo que valida as identidades do usuário e fornece um identificador exclusivo ou token de autenticação.

É fácil criá-las usando um software de API que automatiza a geração de códigos, incluindo a incorporação de tags que você pode usar para segmentar usuários para fins de marketing e outros.

Uma chave de API regula as solicitações de API entre programas e elas são comuns em aplicativos de Internet das Coisas (IoT).

Por exemplo, você pode gerar chaves de API do Google ou YouTube por meio de um gerador de chaves. As chaves de API do projeto permitem rejeitar chamadas ou solicitações de API de projetos desconhecidos ou não autorizados.

Os aplicativos usam a API designada para identificar o programa, desenvolvedor ou usuário que solicita acesso a um site ou aplicativo.

Esse processo facilita muito o desenvolvimento aberto e vem com vários sinos e apitos úteis para fins de marketing.

Além disso, há muitas ferramentas disponíveis que simplificam muito a criação e o gerenciamento de chaves.

As chaves de API são essenciais para muitos aplicativos e serviços modernos, mas para aqueles que não estão familiarizados com o conceito, elas podem ser um pouco confusas.

Se você é um desenvolvedor que está apenas começando com APIs ou um proprietário de empresa que deseja implementar chaves de API em sua plataforma, este guia fornecerá o conhecimento fundamental de que você precisa para começar.

Como funcionam as chaves APIs?

As APIs exigem uma chave antes de permitir que os desenvolvedores façam solicitações. O site do desenvolvedor fornece as informações necessárias para começar. Portanto, é essencial ler as regras e aplicá-las adequadamente.

Normalmente, você se inscreve em uma conta e registra seu projeto junto com qualquer informação solicitada pelos administradores da API.

Depois que sua solicitação de API for processada, você receberá uma chave de API específica na forma de caracteres gerados aleatoriamente vinculados ao seu projeto.

Em alguns casos, você receberá duas chaves, uma chave pública e uma chave privada. Você pode compartilhar chaves públicas com clientes e colaboradores.

Ela tem direitos de acesso limitados à API para dados armazenados na API, mas você ainda deve escolher com quem compartilhá-la. As chaves privadas fornecem acesso aos seus dados e conta de desenvolvedor. Você só deve compartilhá-las com desenvolvedores importantes.

Os hackers adorariam aproveitar a codificação desleal para trocar sua chave de API do servidor e causar estragos em seu aplicativo.

É importante se familiarizar com a documentação da API para entender como incluir chaves em solicitações de dados. Por exemplo, você pode criar tags ou rótulos de metadados que permitem segmentar ou identificar chaves de API de projeto e usuários que acessam seu site.

Como você pode usar tags para segmentar e rastrear seus clientes? Exemplos de chaves de tag incluem identificadores departamentais, como “CostCenter” ou “Project”. Ao codificar, os desenvolvedores devem ter em mente que essas tags diferenciam maiúsculas de minúsculas.

Tipos de chaves de API

Há dois tipos de chaves de API, privadas e públicas.

Chave privada

Você usa chaves privadas para se comunicar entre servidores. É importante proteger as chaves privadas para evitar que hackers ou usuários não autorizados obtenham acesso a dados confidenciais.

Chave pública

Os proprietários de API geram chaves públicas para usuários e desenvolvedores. Eles fornecem acesso a dados públicos em um aplicativo.

Por que as chaves de API são importantes para as empresas?

As chaves de API podem ajudar a garantir a segurança e controlar o acesso a software, aplicativos e sites. Elas também podem ajudá-lo a analisar dados e automatizar tarefas de marketing para fornecer uma imagem mais clara dos desejos, necessidades e pontos problemáticos do usuário.

Veja como sua empresa pode usar chaves de API.

Garantir a segurança

Você pode usar chaves para controlar o acesso aos seus dados. Uma chave de API identifica e autoriza os usuários que solicitam um serviço de API.

Cada usuário recebe um identificador exclusivo com níveis variados de permissões. Isso pode ajudar a evitar que hackers infiltrem seu sistema. No entanto, as chaves de API não são consideradas altamente seguras, pois os usuários podem compartilhar chaves com terceiros sem a sua permissão.

Controlar o acesso

Uma chave de API é uma maneira fácil de controlar como os usuários acessam sua API. É um token secreto usado para autenticar usuários e definir o nível de acesso dependendo da identidade do indivíduo ou projeto que faz a solicitação.

Analisar dados

Se você quiser mais insight sobre quem está usando seu aplicativo ou acessando seu site, use chaves de API para rastrear indivíduos e projetos. Você pode usar essas informações para criar métricas e melhorar sua estratégia de marketing.

Automatizar tarefas

Você pode usar chaves de API para automatizar relatórios, usando tags para rastrear como diferentes usuários interagem com seus produtos. Embora você possa automatizar a geração de chaves, precisará atribuir periodicamente novas chaves para fins de segurança de API.

Como criar uma chave de API

O editor de API determina as regras que se aplicam a cada chave de API. Aqui estão as etapas que se aplicam à maioria das APIs:

  • Faça login em um console baseado na nuvem. Por exemplo, os usuários podem fazer solicitações para mapas do Google, usando o Google Cloud Platform Console.
  • Selecione um projeto existente ou crie um novo. Isso permite que você solicite uma chave de API.
  • Especifique qual API você deseja usar para atribuir os direitos de acesso relevantes à chave.
  • Restrinja o uso do aplicativo para manter a integridade e a segurança da chave. Escolha restrições de aplicativo e API. As restrições de aplicativos limitam as conexões a sites e servidores com URL ou endereços IP e aplicativos iOS ou Android. As restrições de API fornecem acesso a APIs ou SDKs.

Siga estas práticas recomendadas para criar chaves mais seguras:

  • Use apenas chaves de API seguras.
  • Certifique-se de entender totalmente as regras definidas pelo editor da API.
  • Atribua acesso por meio de IDs de usuário e senhas.
  • Use tokens de autenticação para autenticar usuários.
  • Use criptografia reconhecida pelo servidor de API.

Como usar uma chave de API

Você pode usar chaves de API nos aplicativos e no site da sua empresa. Isso lhe dá mais controle sobre quem pode obter acesso ao seu software.

Embora seja fácil reconhecer as vantagens dessa tecnologia, é importante saber quando usá-la. Por exemplo, você pode usar chaves para bloquear o tráfego anônimo e proteger o processo de autorização do usuário.

Ao usar uma chave de API para cada usuário, você pode coletar informações importantes necessárias para sua equipe de marketing. Veja como você pode usar chaves de API em sua organização:

  • Bloquear tráfego anônimo: Isso pode ajudá-lo a evitar que hackers e criminosos se conectem ao seu site ou aplicativo. Isso também é útil quando você precisa depurar seu aplicativo.
  • Controlar chamadas de API: Ao controlar as solicitações feitas à sua API, você pode gerenciar o tráfego e validar a autenticidade de cada usuário.
  • Identificar o tráfego: Ao usar chaves e tags, você pode usar padrões para bloquear atividades potencialmente maliciosas e outras preocupações.
  • Filtrar logs: Você pode filtrar a atividade do servidor de API exigindo uma chave de API especial.

Também é importante entender as limitações de uma chave de API. Por exemplo, você não pode usá-la para autorização segura, o que requer um token de autenticação seguro. Além disso, embora as chaves de API façam um ótimo trabalho na identificação de projetos, elas não lhe dirão quem é o proprietário delas.

Siga estas práticas recomendadas ao criar chaves de API:

  • Restrinja suas chaves de API
  • Escolha restrições de aplicativo e API
  • Exclua chaves de API não utilizadas
  • Troque as chaves regularmente
  • Não armazene chaves de API em código ou no servidor do cliente
  • Gere novas chaves após uma violação de dados

Depois de conhecer os prós e os contras de usar essas chaves para saber mais sobre seus usuários, você pode se perguntar como pode simplificar o processo de geração e gerenciamento de chaves. Use os guias do usuário do Mailchimp para começar rapidamente.

Questões mais comuns sobre a API para ter em mente

As chaves de API não são à prova de falhas. Você não pode usá-las para autorização segura e determinados hackers normalmente podem encontrar uma maneira de obter chaves de API por meio de autenticação de usuário ou outros métodos.

Além disso, essas chaves não dizem quem é o proprietário de um projeto que está fazendo uma solicitação. No entanto, há muitos benefícios em usar chaves de API como parte de sua pesquisa de marketing e processos de segmentação de mercado.

Com a ajuda da API do MailChimp, você pode usar tags para dividir seu público com base em diferentes funções e interesses.

Isso ajudará você a personalizar mensagens que atraem seus clientes empresariais. Você também pode aprimorar sua automação de marketing usando tags para segmentar suas campanhas de marketing.

O Mailchimp tem outras ferramentas para ajudar você a automatizar seu marketing e descobrir o que funciona e o que não funciona de forma mais rápida. Entre em contato conosco hoje mesmo para saber mais sobre ferramentas essenciais, como chaves de API, que podem fazer sua empresa avançar.

Compartilhar este artigo