Ir para conteúdo principal

Olá! Está disponível uma avaliação gratuita dos planos Standard e Essentials. Comece grátis hoje mesmo.

Ciclo de vida do produto: Os quatro estágios explicados

Os quatro estágios do ciclo de vida de um produto são introdução, crescimento, maturidade e declínio. Saiba como usar CVP na sua estratégia de negócios.

Deseja criar um produto de sucesso? Em caso afirmativo, você precisa entender o ciclo de vida do produto (CVP).

A definição do conceito do ciclo de vida do produto é que é assim que você pode rastrear a vida de um produto do início ao fim. No início, você está trabalhando no desenvolvimento de um novo produto. No fim, seu produto está sendo eliminado do mercado por um produto melhor.

Há muitos exemplos de ciclo de vida do produto, e alguns deles são divididos em quatro estágios de ciclo de vida do produto. Há alguns modelos que podem incluir seis estágios do ciclo de vida do produto. A teoria do ciclo de vida do produto ainda é apenas uma teoria, mas você precisa descobrir qual teoria se aplica melhor aos produtos e serviços que você oferece.

Ao se concentrar em diferentes estratégias de crescimento de produtos, você precisa pensar cuidadosamente sobre como a teoria do ciclo de vida do produto pode se aplicar aos produtos e serviços que você fornece.

Obtenha uma melhor compreensão do ciclo de vida de um produto e certifique-se de posicionar seu produto para atender às necessidades do seu mercado-alvo.

Qual é o ciclo de vida do produto?

O ciclo de vida do produto é usado para dividir a vida útil de um produto do início ao fim. Na primeira etapa, o produto é Imagine pela primeira vez.

Então, ele é introduzido no mercado. O produto precisa chegar ao mercado para maximizar sua participação potencial no mercado. Por fim, o produto diminui à medida que melhores opções são introduzidas.

Não importa quão bom seja o produto, ele acabará saindo do mercado. Isso não significa necessariamente que seu produto vai sair do mercado rapidamente, mas significa que o mercado acabará ficando saturado.

Então, à medida que houver mais concorrência, haverá uma diminuição na demanda. Seus números de vendas também podem começar a cair. Portanto, é importante ter um mapa do ciclo de vida do produto para os produtos que você oferece. Dessa forma, você pode acompanhar a jornada do seu produto do início ao fim.

Os quatro estágios do ciclo de vida do produto (CVP)

Se você analisar as estratégias de marketing de pequenas empresas, provavelmente verá quatro estágios separados do ciclo de vida do produto. Ao descobrir em que estágio seu produto está, você pode descobrir como poderá responder com sua estratégia de marketing.

Os estágios do ciclo de vida do produto:

Estágio de desenvolvimento

O primeiro estágio do ciclo de vida do produto é o estágio de desenvolvimento. Este é o processo de descobrir que tipo de artigo você e sua empresa querem introduzir no mercado.

Por exemplo, você pode fazer algumas pesquisas de mercado para dar uma olhada nas potenciais oportunidades de crescimento. Então, você pode dar uma olhada nas capacidades da sua empresa para descobrir como você pode criar um produto que foi projetado para atender a essas necessidades.

Pode haver muitos testes que ocorrem durante este estágio, e você trabalhará duro para descobrir qual item deseja lançar. Com base na pesquisa que você realizou, você personalizará seu produto para abordar os pontos problemáticos do público-alvo antes de lançá-lo.

Estágio de crescimento

Depois de apresentar o seu produto ao mercado pela primeira vez, ele verá o produto se tornar mais popular. Você precisa se concentrar em sua estratégia promocional e no marketing de crescimento para gerar o máximo de interesse possível em seu produto.

À medida que o produto se torna mais popular, você pode começar a aumentar as vendas on-line. Outras empresas vão começar a observar o produto que você lançou e podem mudar a estratégia de marketing para tentar reduzir suas vendas.

À medida que o mercado do seu produto se expande, você pode ajustar alguns dos recursos. Dessa forma, você pode torná-lo mais atraente com base no feedback que recebe de seus clientes.

Estágio de maturidade

À medida que o setor começa a atingir a saturação do mercado, você chegará ao estágio de maturidade. Este é um sinal de que está se tornando mais competitivo no mercado, especialmente à medida que você passa mais tempo combatendo a concorrência.

Você pode até perceber que suas vendas começam a desacelerar. Os números de suas vendas não necessariamente começam a cair, mas não estão aumentando tão rapidamente quanto antes. Você pode querer investir em alguns pacotes de produtos para convencer mais pessoas a comprar o produto que você vende.

Estágio de declínio

Mesmo que você faça tudo o que puder para manter seu produto vivo, incluindo recomendações do produto, seu produto acabará sendo reduzido.

Nenhum produto permanecerá no mercado para sempre. Você pode achar que os custos operacionais são muito altos e perceber que há produtos melhores chegando ao mercado.

Quando um produto chega a este estágio, sua participação de mercado começa a cair e a concorrência começa a se deteriorar. Você também pode perceber que há uma mudança no comportamento do consumidor, e não há mais tantas pessoas interessadas no produto.

Esta é apenas uma visão geral do ciclo de vida de um produto. Perceba que não há nada que indique quanto tempo cada uma dessas etapas vai durar.

Há alguns produtos que podem permanecer no mercado por alguns meses e outros produtos que podem permanecer no mercado por algumas décadas. Ao descobrir o ciclo de vida do produto, você terá mais facilidade para descobrir como responder a certas situações.

Por que o ciclo de vida do produto é útil para os profissionais de marketing?

Um ciclo de vida do produto é útil para os profissionais de marketing porque ajuda a descobrir quais estratégias de marketing usar em situações específicas.

Por exemplo, você pode usar um ciclo de vida do produto como uma ferramenta de previsão e planejamento. Se você lançou um produto semelhante no passado, pode usar esse produto para criar um ciclo de vida do produto para uma versão futura.

Em seguida, você pode descobrir quais estratégias de marketing deseja usar em situações específicas.

Você pode até mesmo usar uma ferramenta de ciclo de vida do produto para estimar seus lucros e sua receita. Por exemplo, se você sabe que um produto específico seguiu um ciclo de vida semelhante no passado, você pode dar uma olhada nos números da sua receita.

Em seguida, você pode acompanhar seu novo produto ao longo do tempo, estimando quanto de receita você pode gerar em situações específicas. O objetivo de todo o ciclo de vida do produto é adicionar um pouco de transparência a uma situação desconhecida, ajudando a maximizar o valor de cada produto que você lança.

Quais são as desvantagens do modelo de ciclo de vida do produto?

Há algumas desvantagens significativas de um modelo de ciclo de vida do produto. A primeira desvantagem é que você não quer necessariamente ser atribuído permanentemente a um ciclo específico. Pode ser muito difícil prever como o ciclo de vida de um produto vai se desenrolar e, se você espera que uma coisa aconteça, mas acaba com outra, talvez você não saiba necessariamente como responder.

Outra desvantagem significativa do modelo de ciclo de vida do produto é que você não sabe quanto tempo seu produto vai passar em cada estágio individual. Embora possa ser útil dar uma olhada em produtos semelhantes no passado, os setores podem mudar rapidamente. Você pode ter dificuldade para descobrir quando seu produto vai fazer a transição para outro estágio, e isso pode dificultar a adoção de uma resposta adequada.

É por isso que é importante dar uma olhada no seu modelo de ciclo de vida de tempos em tempos, e reavaliá-lo quando necessário.

Exemplos de ciclo de vida do produto

Pode ser útil dar uma olhada em exemplos específicos do ciclo de vida de um produto, e um exemplo significativo é um DVD.

Quando um DVD foi desenvolvido pela primeira vez, ele foi projetado para substituir fitas VHS. Houve uma série de pontos problemáticos relacionados às fitas VHS que tiveram que ser abordados. Um dos maiores foi que levava-se muito tempo para rebobinar uma fita VHS.

Foi aí que os DVDs se tornaram benéficos. Graças a um DVD, você pode se ir para um capítulo específico instantaneamente. Você não precisava se preocupar em rebobinar manualmente o DVD. Quando os DVDs foram lançados no mercado, eles tiveram um estágio de crescimento significativo. Por fim, eles atingiram a maturidade em alguns anos.

Durante vários anos, os DVDs foram a base. Parecia que quase todos os filmes lançados estavam sendo transferidos para um DVD ou disco Blu-ray, que é semelhante. Embora as empresas de DVD tenham trabalhado arduamente para manter seus produtos no mercado, elas acabaram atingindo um declínio.

Nesse caso, o declínio dos DVDs começou a avançar quando os serviços de streaming se tornaram mais populares. Por fim, você pode baixar um filme sozinho ou transmiti-lo ao vivo.

De repente, as pessoas não precisavam gastar US$ 20 comprando um DVD, especialmente porque ele ocupava muito espaço na prateleira.

Desde a eliminação de fitas VHS até a sua própria eliminação por serviços de streaming, todo o ciclo de vida do produto de DVD levou apenas alguns anos. Às vezes, o ciclo de vida do produto pode ser muito rápido.

Use o Mailchimp para comercializar seus produtos

Como você nunca sabe quanto tempo seu produto vai ficar no mercado, você precisa aproveitar ao máximo cada ferramenta de marketing à sua disposição.

Por exemplo, você pode querer explorar blocos de produtos do Mailchimp, que podem ajudá-lo a personalizar sua estratégia de marketing para atender às suas necessidades.

Se você pensar cuidadosamente sobre como pode responder a diferentes estágios do ciclo de vida do seu produto, pode maximizar a receita que gera com seus produtos.

Compartilhar este artigo