Ir para conteúdo principal

Olá! Está disponível uma avaliação gratuita dos planos Standard e Essentials. Comece grátis hoje mesmo.

Frameworks de gestão de produtos: da ideia ao lançamento

Saiba o que é framework de gestão de produto e sua importância no crescimento da empresa.

Uma estrutura de gestão de projetos é um termo abrangente que aborda diferentes processos, ferramentas e tarefas que levam um produto do estágio da ideia à conclusão.

Ela coleta cada etapa, estágio e ação necessária para transformar um conceito em realidade e estabelece tudo para que todos vejam e visualizem para acompanhar o progresso do projeto. Cada componente tem subseções que detalham ainda mais o trabalho que precisa ser feito, o que se espera que venha em seguida e o status geral do projeto.

Ter uma framework de gestão de produtos é importante já que fornece orientação e estrutura, e ajuda a melhorar a qualidade de um produto. Existem frameworks de gestão de produtos para preparar seus produtos para o sucesso.

Neste artigo, analisaremos o processo de gestão de produtos, por que as empresas usam frameworks de gestão de produtos, os tipos de estruturas e muito mais. Continue lendo para saber como usar uma framework de gestão de produtos a seu favor.

O que é gestão de produtos?

Gestão de produtos é o ato de considerar um pensamento ou conceito e transformá-lo em um produto acabado. O processo pode ser aplicado a qualquer coisa, desde software até brinquedos infantis.

Ter as melhores estruturas de gerenciamento de produtos ajudará você a transformar seu conceito em realidade, reduzindo o potencial de que as coisas deem errado à medida que o processo de desenvolvimento de produtos avança. É essencial desenvolver um produto eficaz e bem-sucedido para o seu negócio.

As três principais fases do processo de gestão de produtos envolvem o seguinte:

Processo de descoberta de produtos

O processo de descoberta de produtos é onde você determina se sua ideia é boa o suficiente para se transformar em um produto, também conhecido como um produto mínimo viável. É onde você preenche as lacunas, olha para o conceito de diferentes perspectivas, obtém insight de outras partes e determina se deve avançar ou não.

Processo de planejamento de produtos

O processo de planejamento de produtos é onde você começa a reunir os diversos aspectos do produto e colocá-los em teste. Você precisa descobrir a forma final do produto, o que precisa entrar em sua criação, o preço e sua distribuição.

Esta também é uma fase em que você olha para o futuro do produto e cria suas estratégias de crescimento do produto.

Processo de desenvolvimento de produtos

A estrutura de desenvolvimento de produtos normalmente tem seis ou sete estágios de progresso que retiram o produto do processo de planejamento e o transformam em um produto real. Começa com a ideia original e, em seguida, passa para o seguinte:

  • Definir a ideia e seu conceito
  • Realizar pesquisas de mercado para determinar como precificar seus produtos
  • Criar um plano de negócios e encontrar fundos
  • Criar e testar um protótipo
  • Criar o projeto final e produção
  • Comercializar e distribuir o produto

Por que as empresas usam frameworks de gestão de produtos?

O principal objetivo de uma framework de gestão de produtos é definir metas razoáveis, criar equipes de produtos e atribuí-las a tarefas específicas, e nomear um gerente de produtos (product manager) para supervisionar o trabalho.

O gerente de produtos tem o trabalho de acompanhar o progresso e manter as principais partes interessadas atualizadas quanto ao estado atual do processo de desenvolvimento. A estrutura também ajuda as equipes de projeto a comparar seu progresso entre si e molda as expectativas sobre quando uma equipe de produto pode esperar receber o trabalho concluído por outra equipe.

A framework de gestão de produtos pode ser usada para criar qualquer tipo de produto por empresas de todos os tamanhos. É um processo por escrito que ajuda a criar uma estratégia de produto, torna o processo visível e tangível por todos os envolvidos e mantém todos os envolvidos responsáveis, seja uma única pessoa ou cem. Você pode transformar seu conceito em realidade ao usar uma estrutura para gestão de produtos.

Há alguns outros motivos pelos quais as empresas usam frameworks de gestão de produtos. Eles variam entre:

  • Criar um processo repetível para o sucesso futuro
  • Manter os custos alinhados durante o desenvolvimento e a produção
  • Identificar problemas e resolvê-los antes da produção
  • Medir a satisfação do cliente com protótipos de produtos
  • Definir metas para o produto
  • Determinar uma data do "prazo final" na qual iniciar a produção

Tipos de frameworks de gestão de produtos

Há algumas frameworks de gestão de produtos que você pode aplicar ao seu processo de desenvolvimento de produtos. Cada um tem um tema central no qual sua equipe de produtos e gerentes de produtos se concentram para criar um produto viável.

Estruturas estratégicas

Uma estrutura estratégica estabelece uma meta ou missão para o produto e define uma estratégia para alcançar a meta estipulada.

Por exemplo, você quer que o produto que está produzindo seja o mais popular ou desejável e supere a concorrência. Isso significa aprender sobre as necessidades do cliente, prestar muita atenção ao feedback do cliente, como o produto se encaixa na vida do usuário e como outras empresas comercializaram itens semelhantes.

Certifique-se de que os gerentes de produto saibam que precisam permanecer flexíveis e ágeis quando se trata de fazer as mudanças necessárias à medida que a estrutura progride.

Estruturas de priorização

As estruturas de priorização de gestão de produtos contêm detalhes consistentes que as equipes de produtos usam ao colocar recursos.

Ou seja, a equipe precisa usar esses recursos de forma consistente como parte do processo de desenvolvimento, porque os detalhes são vitais para o produto. Os gerentes de produto precisam garantir que as prioridades sejam cumpridas durante o processo.

Estruturas de descoberta

As estruturas de descoberta são um mergulho profundo na viabilidade de um produto e uso das evidências resultantes para refinar ainda mais o produto.

As equipes de produtos fazem a maior parte do trabalho durante os estágios iniciais do projeto para reduzir custos, eliminar problemas e facilitar o desenvolvimento do produto para o mercado.

Estágios de uma framework de gestão de produtos

Todas as frameworks de gestão de produtos têm uma estrutura central que consiste em vários estágios principais. É possível tirar ou adicionar alguns conforme necessário, mas os estágios principais ajudam você a passar de um processo para o próximo, minimizando o potencial de ignorar algo vital.

Estágio de ideação

O estágio de ideação é quando você apresenta o conceito e pede a opinião da equipe do produto. É aqui que surgem perguntas sobre a estratégia do produto, se há algum recurso prioritário e se o produto final será um produto mínimo viável ou totalmente desenvolvido quando o processo for concluído.

Estágio de desenvolvimento do conceito

A definição do produto é solidificada neste estágio e seu escopo é definido. É aqui que os custos, receitas e lucros associados ao produto são determinados.

Outras tarefas neste estágio incluem o projeto, a fabricação e a distribuição do conceito do produto para obter feedback do cliente. O segmento de mercado do produto também está determinado a encontrar o nicho que ele ocupará e onde será comercializado.

Estágio de design

O design do produto é finalizado neste estágio. Todos os recursos e/ou elementos que foram aprovados pelas partes interessadas agora são colocados no protótipo final que sai para a fase de teste.

Isso vale para um produto mínimo viável, bem como para um produto cheio de recursos ou detalhes. O produto que é liberado para o público não precisa ser considerado acabado, mas deve estar perto da sua forma final quando vai para o mercado.

Estágio de lançamento

Este é o ponto em que o produto é oferecido ao mercado em geral ou destinado a um alvo demográfico. Você deve ter uma equipe de suporte treinada e pronta para responder perguntas quando o produto chegar ao mercado para ajudar a diferenciar sua marca da concorrência com um excelente atendimento ao cliente.

Estágio de feedback e melhoria

Após o lançamento do produto, você recebe o feedback do cliente e o usa para melhorar seu produto. Se os clientes gostam de um recurso, você sabe deixá-lo e ir trabalhar em recursos sobre os quais os clientes reclamam ou dos quais não gostam de outra forma.

Exemplos de frameworks de gestão de produtos

A seguir estão exemplos das melhores frameworks de gestão de produtos que são usadas por empresas de todos os tamanhos:

Produto mínimo viável

Uma estrutura mínima de produtos viáveis se concentra em colocar o mínimo de esforço para criar um produto viável e fazê-lo funcionar de acordo com as expectativas do cliente. Também conhecido como método de inicialização enxuta, a estrutura mínima de produtos viáveis ajuda você a entregar um produto agora e melhorá-lo mais tarde.

Trabalhar de trás pra frente

Trabalhar de trás pra frente, também conhecido como o método Amazon, começa com a equipe de produtos visualizando que o produto está pronto para entrar no mercado e criando um comunicado de imprensa, depois trabalhando de trás pra frente pela da estrutura.

Essa também é uma ótima maneira de descobrir como vender um produto on-line, porque começa com um plano de marketing totalmente formado, com o esforço restante indo para a criação de uma página da web para posicionar o produto.

DIGs

DIGs é a abreviação de:

  • Dramatizar a situação
  • Indicar as alternativas
  • Analisar o que você fez
  • Resumir seu impacto

A estrutura de DIGs consiste em membros da equipe tendo diversas reações emocionais a um produto e, em seguida, usando essas informações para desenvolver o produto ainda mais.

Crescimento do produto

A estrutura de crescimento do produto é uma das melhores frameworks de gestão de produtos para ajudar um produto a ganhar mais participação de mercado. É uma estrutura de várias etapas que começa com a identificação do estágio de crescimento da empresa, define prioridades de crescimento e trabalha na execução.

Dual-track agile

O dual-track agile é uma estrutura para gestão de produtos que usa duas trilhas: descoberta e entrega. A trilha de descoberta é o lado conceitual do processo, e a trilha de entrega se concentra em transformar os conceitos em um produto.

Diamante duplo

A estrutura de diamante duplo é nomeada como tal porque usa um processo de planejamento em formato de diamante duplo. Uma equipe de produto trabalha no problema, a outra trabalha em uma solução e ambos convergem/divergem em pontos de ajuste durante o processo de desenvolvimento.

Escolha a framework de gestão de produtos certa para o seu negócio

Há muitas opções quando se trata de escolher uma estrutura para a gestão de produtos. Você quer escolher a melhor framework de gestão de produtos que faça sentido para a sua ideia, quer esteja procurando criar uma ideia de negócios ou planejar um novo produto.

Identifique o que você quer realizar e, em seguida, observe as várias frameworks de gestão de produtos para encontrar uma que forneça um processo que atenda às suas necessidades.

No Mailchimp, podemos ajudá-lo a encontrar uma estrutura de gerenciamento de produtos que funcione para você, bem como ajudá-lo a criar suas ideias de negócios on-line com as frameworks de gestão de produtos certas.

Daremos a você acesso a análises e ferramentas que fornecem as informações necessárias para refinar seu processo de gestão de produtos em todas as etapas e ajudar seu produto a se tornar um sucesso.

Compartilhar este artigo