Ir para conteúdo principal

Olá! Está disponível uma avaliação gratuita dos planos Standard e Essentials. Comece grátis hoje mesmo.

Guia para iniciantes para funis de cliques

Funis de cliques guiam seus clientes por uma série de etapas para comprar seus produtos ou serviços. Saiba o que é um funil de cliques para usá‑lo corretamente.

Imagine um profissional de vendas no showroom ou até mesmo um comerciante em um mercado estilo velho mundo tentando fechar um negócio. Pode ser fácil imaginá-lo colocando uma das mãos na parte de trás do ombro do comprador em potencial e a outra em uma posição semi-vertical.

Agora, se visto de cima, se tirássemos uma série de capturas instantâneas dos dois à medida que a conversa progredisse, poderíamos descobrir que o posicionamento das mãos do vendedor sugeria persistentemente um movimento e consciência voltados para uma direção específica voltada para o item à venda.

Essa série de imagens pode revelar uma tendência no posicionamento de suas mãos, tentando guiar o cliente pelo que pode parecer uma espécie de funil.

Considerando a natureza da conversa, podemos encontrar algo semelhante. Poderíamos perceber que o vendedor partia de uma posição mais ampla, discutindo diversas necessidades e situações da vida do cliente em que o produto à venda seria desejável.

À medida que a conversa avança, podemos notar que as opções representadas na linguagem do vendedor foram reduzidas ao ponto de compra. Novamente, temos um funil. Essa é basicamente a ideia por trás do que chamamos de funil de vendas ou funil de cliques.

Um funil é uma estrutura que começa ampla e se torna estreita. Isso é o que queremos fazer com nas vendas. Queremos trazer o maior número possível de pessoas, de tantos pontos de suas vidas diárias quanto possível. Queremos que o padeiro, açougueiro, banqueiro e suas esposas entrem no funil. Queremos que eles acessem pela manhã, após o trabalho, antes de irem dormir e em qualquer dia da semana.

Nosso ponto de entrada é amplo. Poderíamos fazer publicidade através do marketing por e-mail ou outras ferramentas de marketing com base em nosso modelo de negócios. Mas queremos que os clientes “saiam” em um ponto muito preciso, o ponto de venda. Considere uma loja de departamentos com uma ampla variedade de produtos no mesmo lugar.

Cada categoria de produto é diferente, oferecendo coisas diferentes para pessoas diferentes. Mas o resultado e o ponto de saída levam todos pelo corredor, passando pela caixa registradora e pelas portas automáticas à direita.

No marketing on-line, fazemos o mesmo, mas chamamos isso de funil de cliques porque estamos tentando reduzir o resultado potencial para uma possibilidade: dinheiro no seu bolso.

Aqui, discutiremos o que é um funil de cliques, como criá-lo e como otimizá-lo para melhor atender seus clientes e você, de pequenas a grandes empresas.

O que são funis de cliques e como eles funcionam?

No mundo do marketing digital, os tipos de funil variam, de um funil de marketing a um funil de vendas e um funil de cliques. Parece que quase sempre há funis ilimitados para pensar.

Quando procuramos perguntas como "o que é um funil de cliques," vemos muitos diagramas que se destinam a dar a impressão de que a criação de um funil de cliques foi reduzida a uma ciência e pode ser facilmente criada com um criador de funis.

Você verá imagens de funis de desenhos animados com bandas ao seu redor rotuladas com palavras como "conscientização, descoberta, avaliação, intenção, compra, fidelidade." Por mais organizado que tudo isso seja, é realmente apenas o pessoal de marketing on-line tentando convencer você de que o método deles é uma coisa certa. Em outras palavras, eles estão levando você para um passeio por seus funis de vendas.

Mas há alguma verdade nessa imagem e ideia. O cliente começa com uma forma vaga de conscientização e é arrebanhado por meio de descoberta e avaliação em uma compra.

Então, tentamos garantir sua fidelidade. Mas já falamos disso. Um funil de cliques é um pouco mais do que isso.

Uma página inicial de site pode ter 50 itens para clicar. A página de vendas pode ter 20. A página de produto pode ter 10. A página de opções pode ter sete itens clicáveis, e as páginas de finalização da compra restringirão rapidamente as opções para "CONFIRMAR A COMPRA."

Agora, isso é um funil de cliques.

Ah se houvesse uma opção clicável chamada "ser um cliente fiel." Mas essa parte é seu trabalho e realmente não pode fazer parte de um funil de vendas.

Mas é por isso que o Mailchimp é uma plataforma completa de marketing e geração de fidelidade do cliente. Fazemos o nosso melhor para tornar a parte de fidelidade do funil um componente significativo da experiência do funil de cliques.

As principais diferenças entre um funil de cliques e um funil de vendas

A maneira como os profissionais de marketing on-line descrevem um funil de cliques é uma "série de páginas que levam a um evento de conversão." Um evento de conversão refere-se a algumas coisas. Significa um ponto onde todos os pontos de entrada convergem. Também significa converter clientes em compradores.

Por fim, queremos converter clientes em compradores que voltam a comprar, mas isso não é o mesmo. É bom o suficiente entender um funil de cliques como uma série restritiva de opções.

O que separa um bom funil de cliques de um ruim é que, em um bom funil, o estreitamento das escolhas é acompanhado em todas as etapas de um conteúdo de vendas convincente até que o cliente seja orientado a comprar seu produto ou serviço. Um funil de cliques pode parecer apenas uma ferramenta mas, quando usado corretamente, pode impulsionar os negócios.

Sim, queremos realmente persuadir nossos clientes ao mesmo tempo em que restringimos o número de coisas em que eles podem clicar. Não é como se pudéssemos forçá-los a permanecer dentro do nosso funil. Não, temos que ser persuasivos em todos os pontos, ou eles sairão do funil como uma geladeira em um tornado. A principal diferença é que funis de vendas são um conceito mais amplo, algo como o vendedor e suas mãos orientadoras na introdução.

Compreender os funis de vendas é mais difícil porque é mais abstrato. Portanto, é melhor pensar em termos de funil de vendas ao construir um funil de cliques.

Como criar um funil de cliques

Criar funis de vendas é um tópico muito mais orgânico do que criar funis de cliques. Mas criar um funil de cliques é uma boa maneira de entender melhor os funis de vendas e o processo de vendas em geral, seja você uma empresa menor ou maior.

Construído com base em mapas de Jornada do Cliente bem pesquisados, é como construir um andaime na estrutura solta de um funil de vendas para torná-lo mais rígido e com um resultado mais certo.

Comece com sua página de destino

A página de destino é uma página da web simples com uma imagem de alta qualidade, alguns gráficos inteligentes, mas simples, e uma mensagem simples. As páginas de destino informam a seus clientes em potencial que eles chegaram ao local ao qual as pesquisas deles se destinavam.

Isso é importante porque o direcionamento do tráfego para seu site pode vir de muitos lugares diferentes, como campanhas de e-mail, campanhas de marketing de rede ou outros produtos criativos e esforços publicitários mas, assim que os clientes chegam às suas páginas de destino, eles precisam de um bom suporte e informações detalhadas para seguir o caminho certo a partir daqui e aumentar suas taxas de conversão.

Depois da página de destino, a ideia é criar o seu site para se adequar ao funil de vendas ideal. Ao criar funis de vendas para um negócio on-line, a página de destino é a última etapa antes de o cliente entrar na ampla abertura do funil de cliques.

Gere leads

Em vendas, leads são uma mina de ouro. Estamos sempre procurando por eles para explorá-los para vendas. Leads são clientes em potencial, pessoas que são semelhantes aos nossos dados demográficos segmentados ou que realizaram alguma ação indicando interesse potencial em nossos produtos ou serviços.

A geração de leads está no centro do que fazemos aqui no Mailchimp, facilitando para nossos clientes obter recomendações inteligentes. Depois que seus leads forem gerados e estiverem em mãos, queremos simplesmente direcioná-los para nossas páginas de destino e permitir que o funil de cliques faça o resto.

Cultivo de leads

O cultivo de leads tem a ver com marketing para leads qualificados. Determinamos que o cliente tem interesse no que vendemos ou potencial interesse e trabalhamos com essa conexão para desenvolver a venda.

Isso pode ser chamado de marketing segmentado. Trata-se de orientar o cliente em potencial em direção a uma página de destino e, em seguida, ao nosso site.

Upselling

Neste ponto, o visitante manifestou interesse em um produto ou serviço. Conseguimos mostrar-lhe algo que ele acredita que será benéfico para ele. Ele está olhando para o item ou serviço principal, lendo sobre isso, analisando opções e assim por diante.

É aqui que as empresas podem apresentar possíveis atualizações para o plano básico, complementos, planos de assinatura ou apenas mais daquilo em que ele manifestou interesse.

É aqui que as empresas seguem com o plano mais caro, o pacote premium, o nível executivo, o pacote de primeira classe, os serviços de assinatura que vão melhorar a vida dele — o lado mais caro de qualquer produto ou serviço que originalmente chamou a atenção dele.

Em suma, as empresas apresentam aos clientes uma versão melhor e mais cara daquilo pelo qual eles já demonstraram interesse. Você precisará criar sua loja on-line para fornecer suporte a esse processo.

Analise o feedback e prossiga

Aqui, queremos pegar tudo o que o cliente fez e disse e usar essas informações para levá-lo à página de finalização de compra. Tentamos fornecer o que ele deseja com base no feedback dele.

Exemplo de funil de cliques

Vamos percorrer a jornada de um cliente em uma empresa on-line por meio de um funil de cliques:

  1. O cliente procura cortadores de grama
  2. Ele clica em um link que o leva à imagem de um belo cortador (tomara que seja uma de suas páginas de destino)
  3. Ele segue um link para uma página de produto onde vê uma série de listas
  4. Ele clica em um cortador específico e começa a observar as especificações
  5. Ele vê opções para recursos adicionais
  6. Ele escolhe um conjunto de recursos
  7. Uma série de complementos adicionais é oferecida a ele com base em sua seleção
  8. Ele coloca o item no "carrinho de compras"
  9. Ele prossegue para a finalização da compra ou continua comprando

Em cada ponto do funil, uma compra se torna mais provável. Lembre-se de que, à medida que você cria funis de vendas, as escolhas se tornam menos diversificadas e mais voltadas para as vendas até que o único botão que resta para clicar seja aquele para concluir a transação.

Funis mais avançados podem seguir um caminho um pouco diferente mas, independentemente do tipo de funil, devem terminar com uma conversão.

Você deve projetar suas páginas de destino e suas páginas de vendas e conteúdo para orientar o cliente ao longo dos funis de vendas até a compra.

Funis de cliques para segmentar cada estágio da Jornada do Cliente

Talvez a chave para criar um bom funil de cliques seja saber que o cliente pode sair do seu site a qualquer momento. Apresentamos a ele opções restritas mas, ao mesmo tempo, oferecemos valor real e opções verdadeiramente atraentes para que não se perca no que parecem ser funis ilimitados.

No final do funil, tudo gira em torno de produtos de qualidade, serviços valiosos e recompensas significativas pela fidelidade do cliente.

Compartilhar este artigo