Como abrir uma loja on‑line

Saiba quais passos você precisará dar para iniciar uma nova loja on‑line de sucesso do zero.

Illustration of human hands and animal hands being raised

Pronto para lançar seu negócio on-line? Agora você pode vender seus produtos ou oferecer compromissos diretamente do seu site com as soluções de comércio do Mailchimp. Além disso, nossos recursos de marketing integrados ajudam a promover as vendas e expandir seus negócios.

Pronto para lançar seu negócio on-line? Agora você pode vender mercadorias físicas ou agendar compromissos diretamente do seu site com os produtos de comércio do Mailchimp. Além disso, aumente as vendas com os recursos de marketing integrados que oferecem controle total sobre o sucesso do seu negócio.

Comerciantes e empreendedores de todo o mundo têm migrado para e-commerce nos últimos anos e é fácil entender o porquê. De acordo com o Internet Retailer, as vendas globais de e-commerce cresceram 18% em 2018, com os consumidores gastando mais de US$ 2,86 trilhões on-line. Apenas nos Estados Unidos, as vendas de e-commerce aumentaram 15% em 2018, representando 14,3% do total das vendas no varejo.

Mas não são apenas os benefícios financeiros potenciais de uma empresa on-line que tornam o e-commerce tão atraente. Além do fascínio de ter uma renda com a venda de produtos on-line, muitos vendedores potenciais também são atraídos pela flexibilidade e liberdade que a abertura de um site de comércio eletrônico pode oferecer: você pode operar de qualquer lugar do mundo, pode crescer no seu próprio ritmo e ser seu próprio chefe.

Mesmo que já opere uma loja física, acrescentar o e-commerce ao mix pode oferecer alguns benefícios valiosos para proprietários de empresas. Criar uma experiência omnicanal ajudará você a alcançar um público maior, tornar seus produtos facilmente acessíveis e, o que é mais importante, gerar mais receita.

Neste guia, discutiremos como iniciar uma loja on-line, incluindo as etapas que cada aspirante a comerciante de e-commerce precisa seguir enquanto se prepara para abrir uma nova loja on-line do zero.

O que você vai precisar antes de começar a sua loja on-line

Ao pensar em como começar uma loja on-line, há alguns elementos essenciais que você precisará ter ao criar sua loja on-line. Primeiro, os componentes técnicos:

Um nome de domínio

Seu nome de domínio é mais do que apenas o endereço de internet onde as pessoas podem encontrar seu site: ele é a identidade on-line da sua empresa. Isso pode fazer você parecer mais profissional e lhe dar credibilidade instantânea com o seu público, mas você certamente vai querer selecionar um nome que corresponda à sua marca e seja fácil para seus clientes lembrarem.

Não tem certeza de como selecionar e registrar um nome de domínio? Nossas diretrizes ajudarão você a indicar a direção certa.

Saiba mais sobre como obter um nome de domínio gratuito do Mailchimp e como nossa oferta se compara à concorrência.

Um host da web

Um host da web é onde a sua loja "viverá" on-line, atuando como um proprietário digital para todo o seu conteúdo (como arquivos ou imagens). Este é um serviço oferecido por provedores de hospedagem, mas muitos registradores de domínio e criadores de lojas oferecerão serviços de hospedagem diretamente, por isso, muitas vezes é fácil cortar isso da sua lista de tarefas.

Um certificado SSL

O SSL (abreviação de Secure Sockets Layer) é um protocolo de segurança que permite que seus clientes estabeleçam uma conexão segura e criptografada entre seu navegador e sua loja. Você precisará disso para aceitar pagamentos, mas não se preocupe. Muitos hosts da web (ou criadores de lojas on-line) podem fornecer o certificado SSL para você.

Então, há coisas mais óbvias:

Algo para vender

Antes de pensar sobre como começar uma loja on-line, você precisará decidir que tipo de produtos deseja vender. Há muito a considerar, então comece fazendo perguntas (e pesquisando tópicos) como:

  • Você quer vender seu próprio produto artesanal?
  • Quanto esse produto custará para ser produzido?
  • Qual será seu custo para o cliente?
  • Qual o tamanho do estoque que você está preparado para ter?
  • O que diferencia seu produto de outros itens semelhantes que já podem existir no mercado?

Ou talvez você prefira fazer parcerias com um fabricante ou atacadista terceirizado estabelecido e se concentrar no envio direto. Com o envio direto, não será preciso manter nenhum inventário próprio: quando um cliente comprar um item da sua loja, você encaminhará o pedido dele para o terceiro que embalará e enviará o item para o cliente em seu nome.

Um criador de lojas

O criador de lojas é a plataforma que você usará para projetar e construir sua nova loja de e-commerce. Há muitos criadores de sites de e-commerce diferentes para escolher, então você precisará identificar o criador que oferece a combinação certa de recursos para sua empresa a um custo que cabe no seu orçamento.

Mais adiante neste artigo, veremos mais de perto algumas perguntas importantes a serem consideradas quando você procura o criador de lojas on-line certo.

Etapa 1: Decidir o que vender on-line

Se você já criou um produto próprio, seja uma linha de roupas, um aplicativo móvel ou qualquer coisa entre eles, então você terá um ótimo começo. Mas se ainda estiver em busca da próxima grande ideia de produto, há algumas coisas que deve ter em mente durante a sua busca.

A inspiração está em toda parte

Às vezes, a melhor ideia surge quando você menos espera. Talvez ele apareça na sua cabeça enquanto estiver na fila da cafeteria. Ou talvez você veja algo a caminho do trabalho que faz sua criatividade fluir. Mantenha a mente aberta e esteja sempre preparado para anotar quaisquer ideias (potencialmente lucrativas) que possa ter, não importa quando ou onde a inspiração surja.

Identifique lacunas no mercado

Todos os dias, as pessoas confiam em produtos que só existem porque alguém, em algum lugar, identificou uma necessidade e criou uma nova maneira de resolvê-la. Ao longo do dia, preste atenção às frustrações simples e comuns que você (ou as pessoas ao seu redor) estão vivenciando. Se parece que deve haver uma maneira melhor de fazer algo, provavelmente há, e você pode ser a pessoa para descobrir isso.

Pense nas tendências atuais (e futuras)

Muitos vendedores encontram sucesso analisando as últimas tendências, como moda ou cultura pop, por exemplo, e desenvolvendo um produto que se relaciona com essas tendências de alguma forma. Faça um brainstorming de possíveis produtos que possam ajudar a capitalizar as coisas que estão na moda agora, ou pense em maneiras pelas quais as tendências podem mudar para que você possa ser um dos primeiros a chegar ao mercado quando a próxima grande coisa estourar.

Encontre um produto pelo qual você é apaixonado

Uma loja on-line exigirá muito do seu tempo e atenção e você trabalhará com as coisas que vende o dia todo, todos os dias. Escolher um produto com o qual esteja familiarizado e com o qual tenha conhecimento facilitará a conversa (e a venda) com seus clientes e ajudará você a se manter motivado e animado para administrar sua loja também.

Saiba o que as pessoas estão procurando on-line

Mecanismos de pesquisa como Google e Bing capacitam milhões de pessoas em todo o mundo a pesquisar na internet praticamente qualquer coisa. Considere usar uma ferramenta como a Answer The Public, que agrega todas as consultas de pesquisa que esses mecanismos recebem e facilita a identificação das pesquisas mais populares em torno de qualquer palavra-chave. É uma ótima maneira de manter o ritmo na internet e identificar ideias de produtos que já podem gerar muito tráfego orgânico.

Etapa 2: Escolher um criador de loja on-line

Depois de vender algo, você precisará encontrar um lugar para começar a vendê-lo on-line. Como mencionamos anteriormente, mesmo que você já tenha um local físico onde vende seus produtos, é importante ter uma presença on-line e omnicanal para que possa ter contato com seus clientes, não importa onde eles estejam.

A plataforma de comércio do Mailchimp, com o marketing em sua essência, capacita os comerciantes que querem ter controle total sobre seus negócios on-line, dando a eles tudo o que precisam para comercializar e vender produtos de forma eficaz, tudo em um só lugar. De um catálogo de produtos ilimitado e gestão de pedidos a e-mails em massa e de confirmação, bem como anúncios em redes sociais e relatórios de vendas, o Mailchimp tem todos os recursos necessários para lançar sua loja e começar a ganhar clientes.

Se você já tem um site, pode utilizar nossas integrações de e-commerce, incluindo WooCommerce, BigCommerce e PrestaShop. Conecte facilmente seu site profissional e bem projetado com marketing para ajudar a transformar visitantes em clientes. Seja você o tipo com conhecimento técnico, que quer ser capaz de personalizar tudo, ou queira uma opção fácil de usar que torna o processo de criação de sites mais rápido, é importante ter opções e encontrar a que faz mais sentido para o seu negócio.

Perguntas a fazer antes de selecionar um criador de loja on-line

Não importa a sua proficiência técnica ou o tipo de coisa que você está planejando vender, há algumas perguntas que todo vendedor on-line em potencial deve fazer a um criador de lojas sobre como começar uma loja on-line.

1. Ela vem com um domínio e hospedagem?

Um nome de domínio de marca e um host da web são itens essenciais para qualquer loja on-line e é por isso que muitos criadores de lojas começaram a oferecer esses serviços aos usuários. Se você ainda não tiver um domínio e um host alinhados para sua nova loja, selecionar um criador que os forneça pode economizar tempo.

2. Ele se conecta com outros sites, como Amazon ou eBay?

Alguns comerciantes, especialmente vendedores que já têm uma identidade de marca estabelecida, querem a liberdade de oferecer seus produtos em vários canais de vendas. Se o seu objetivo é expandir para além de uma loja on-line de marca única, procure um criador que ofereça esse tipo de escalabilidade.

3. Como ele lida com gestão de estoque e envio?

Se você estiver vendendo um produto físico, precisará acessar ferramentas que o ajudem a acompanhar seu estoque e enviar as coisas para os clientes em tempo hábil. Alguns criadores de loja terão soluções integradas disponíveis para ajudar a resolver essas preocupações, enquanto outros podem exigir que você encontre e instale plug-ins.

4. Isso se conecta com as redes sociais?

Sites de redes sociais, especialmente Facebook e Instagram, tornaram-se ferramentas de marketing essenciais para vendedores on-line. Ficar atento a um criador de lojas que facilite a promoção e o compartilhamento de seus produtos em todos os seus canais sociais é uma ótima maneira de alcançar novos públicos, promover a marca e impulsionar as vendas.

5. Ele também dá acesso a outras ferramentas de marketing?

Seu relacionamento com os clientes não deve começar e terminar quando eles saírem do seu site ou comprarem algo da sua loja. À medida que seu negócio cresce, você precisará de ferramentas como e-mails de carrinho abandonado para lembrar as pessoas sobre as coisas que elas deixam no carrinho de compras e notificações de pedidos e mensagens de confirmação para informar aos compradores que seu pedido foi processado e está a caminho.

6. Se você respondeu "não" às perguntas 4 e 5, ele se integra a outros aplicativos ou serviços que oferecem esses recursos?

Seu criador de lojas preferido pode não oferecer todos os recursos de que você precisa para vender seus produtos e gerenciar seu marketing, e tudo bem!

Se você não conseguir encontrar uma solução completa que faça sentido para o seu negócio, há outros serviços no mercado, como o Mailchimp, por exemplo, que se integram com muitos criadores de lojas e fornecem as ferramentas necessárias para divulgar o seu negócio e direcionar o tráfego para a sua loja on-line. Com o Mailchimp, você pode criar anúncios de remarketing no Facebook, Instagram e Google, enviar e-mails de carrinho abandonado automatizados, criar notificações de pedidos que correspondam à sua marca, gerar recomendações de produtos personalizadas e muito mais.

Etapa 3: Criar sua loja on-line

Depois de escolher o criador de lojas certo para você, é hora de começar a projetar uma vitrine virtual que seja exclusivamente sua.

1. Selecione um nome de domínio

Um nome de domínio eficaz tornará mais fácil para o seu público existente encontrar e reconhecer a sua marca on-line e também ajudará a definir a sua marca para novos públicos. Ele deve ser fácil para as pessoas digitarem, soletrarem e lembrarem, mas não deve conter termos de gírias regionais ou palavras da moda que o vinculem a um local ou período de tempo específico. Leia mais dicas para escolher o nome de domínio certo.

2. Escolha um modelo

A maioria dos criadores de lojas terá opções de modelos fáceis de usar para ajudar você a começar a trabalhar o mais rápido possível. Examine todas as opções disponíveis e escolha o layout que se alinha à sua visão para a sua nova loja. Pense nos elementos de design que quer que sua loja tenha e como quer que os clientes naveguem pelos seus produtos.

3. Adicione seus produtos e comece a comercializar

Ao criar as páginas do seu produto, certifique-se de incorporar o nome do produto, preço, cor, dimensões, peso e quaisquer outros detalhes que ajudarão os clientes a tomar a decisão final de compra. Também é importante incluir uma descrição convincente do produto e muitas imagens lindas que ajudarão a dar vida ao item. Como criar uma página de produto que vende.

4. Determine quais métodos de pagamento você aceitará

Há uma série de opções de pagamento diferentes disponíveis para comerciantes de e-commerce, incluindo o Stripe, que é o processador de pagamento usado nas lojas Mailchimp, cartões de crédito (como Visa e MasterCard) e serviços de pagamento digital (como PayPal, Google Pay ou, se você estiver vendendo um item por meio de uma loja Mailchimp). Antes de tomar sua decisão, dedique algum tempo para saber como os pagamentos on-line funcionam, quanto cada opção de pagamento custará por transação e se há limitações em relação a onde eles são aceitos em todo o mundo.

5. Pense no atendimento de pedidos

Depois de adicionar produtos à sua loja e decidir como as pessoas pagarão por eles, você também precisará determinar como vai entregar esses produtos aos seus clientes.

Se estiver vendendo um e-book, artigo técnico, arquivo de arte ou algum outro tipo de produto digital, você pode fornecer aos clientes um link de download em seu site ou enviá-lo por e-mail imediatamente após a compra. Se estiver vendendo produtos físicos, precisará escolher um serviço de remessa e decidir para quais países enviará, que tipo de embalagem usar e quanto cobrará pelo envio.

Etapa 4: Testar a loja on-line

Você nunca terá uma segunda chance de causar uma boa primeira impressão em seus clientes, então certifique-se de testar completamente cada elemento da experiência de compra e pagamento antes que o primeiro cliente passe por suas portas virtuais.

1. Visualize sua loja em diferentes navegadores e dispositivos

Você nunca sabe como ou quando os clientes visitarão sua loja on-line, por isso é uma boa ideia estar preparado para qualquer coisa. Antes de começar a direcionar o tráfego para a loja, tente acessá-lo pelo maior número de navegadores diferentes – e pelo maior número possível de dispositivos diferentes. Isso ajudará você a garantir que a loja pareça ótima e seja fácil de navegar para o seu público, quer eles estejam visitando a loja a partir de seu desktop, tablet ou dispositivo móvel.

2. Faça um pedido de teste

Certifique-se de que todo o seu processo de checkout funcione como esperado seguindo o mesmo caminho que seus clientes: visite a sua loja, adicione um item ao seu carrinho e, em seguida, conclua a compra.

Ao longo do caminho, confirme se o preço do item no carrinho está correto, se todas as suas opções de envio, taxas e quaisquer impostos aplicáveis estão claramente declarados (e precisos) e se os pagamentos são processados corretamente após a conclusão do pedido. Se você estiver planejando oferecer promoções especiais ou códigos de desconto para os clientes no lançamento, certifique-se de que eles também funcionem corretamente.

3. Verifique se recebeu um e-mail de confirmação do pedido em sua caixa de entrada

Depois de fazer um pedido, vá até a caixa de entrada de e-mail para garantir que recebeu uma mensagem de confirmação do pedido e que todas as informações no e-mail estejam corretas.

Se você conectou sua loja ao Mailchimp e planeja usar nosso recurso de notificações de pedidos, também precisará verificar se desativou os e-mails de status de pedidos integrados do criador de lojas para evitar redundância com seus clientes.

4. Passe pelo processo de reembolso

Não importa o que vai vender: há uma boa chance de que um de seus clientes possa precisar solicitar um reembolso ou cancelar seu pedido. Ao testar o processo de reembolso antes que sua loja seja aberta ao público, você estará pronto para emitir reembolsos de forma rápida e profissional, caso precise fazê-lo no futuro.

Etapa 5: Começar a promover sua loja on-line

Quando você estiver confiante de que sua loja está pronta para seus primeiros clientes, é hora de começar a pensar em como você pode anunciar para aumentar a divulgação e atrair visitantes. Nesta seção, descreveremos algumas das ferramentas de marketing que podem ser particularmente úteis para vendedores on-line, e você pode fazer tudo isso com o Mailchimp.

1. Promova sua loja nas redes sociais

Quando estiver pronto para começar a receber os clientes, compartilhe um link no Twitter, Facebook, Instagram ou em qualquer outro lugar que seus amigos, fãs e outros clientes potenciais possam estar. Você pode até criar anúncios personalizados no Facebook e Instagram segmentados para um público específico, por exemplo, pessoas que vivem em um local específico ou pertencem a uma determinada faixa etária, por exemplo. Esses anúncios podem ajudar você a aumentar seu público e gerar mais tráfego para sua loja.

2. Ofereça incentivos para atrair clientes

Os incentivos são uma ótima maneira de gerar empolgação dentro do seu público e incentivar as pessoas a fazerem uma compra na sua loja. Você pode compartilhar um código promocional com novos clientes que os recompensa com frete grátis ou um desconto na próxima compra. Ou pode anunciar um concurso e dar aos seus primeiros 50 clientes a chance de ganhar um presente único ou um pacote de prêmios especial. Tenha criatividade!

3. Comece a criar uma lista de e-mails

O marketing por e-mail é uma maneira eficaz de criar um público, mantê-lo envolvido e obter informações valiosas que ajudarão você a crescer no futuro. Considere adicionar um formulário de inscrição ao seu site ou coletar um endereço de e-mail dos clientes quando eles fizerem uma compra na sua loja para, depois, enviar e-mails agradecendo as pessoas pelo apoio, por compartilharem atualizações sobre seus produtos mais recentes e muito mais. Em seguida, você pode analisar seus relatórios de e-mail e saber que tipo de conteúdo leva a mais aberturas, mais cliques e mais compras na sua loja.

4. Crie anúncios de remarketing no Google

Se você já visitou um site e começou a ver anúncios para o mesmo site em que navegou em outro lugar na web, há uma boa chance de já ter encontrado anúncios de remarketing no Google. Esse tipo de publicidade permite que você mantenha sua empresa em primeiro lugar exibindo anúncios segmentados para pessoas que visitaram e saíram da sua loja. Eles são uma maneira poderosa de impulsionar o tráfego e recuperar as vendas dos clientes, não importa onde eles estejam quando on-line.

Compartilhar este artigo